Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

19
Jul06

Era bom que sim.

Marco
Dúvida. Palavra simples, mas tão densa. Tão cheia. A pequena ponta de um iceberg que se afunda, monstruoso nessas frias águas da incerteza, do não saber o que decidir. Do nem sequer saber se decidir. Congelando certezas. Impedindo vivências. Uma ponte entre o tudo e o nada. Mais do que uma ponte, o bloqueio entre o era bom que sim, mas se por acaso não...

Dúvida que me assalta. Me alimenta por um lado, o da esperança e me sufoca por outro, o da incerteza. Um caminho que desconheço para um destino que muito quero. Muito desejo. Conheço-o melhor a cada dia que passa. Mas um destino que pode muito bem não ser o meu, ser apenas a ilusão de um cenário tornado perfeito por mim mesmo.

Dúvida que me fascina de tão imprevisível. Tão tudo. Tão nada. Tão dúvida. Resta a decisão, certa ou errada, mas com certeza antídoto. Capaz de tudo derreter mas cruelmente verdadeira. O fim de qualquer nevoeiro. O paradigma da nitidez. O destino por fim. Não sei se o tal destino. O desejado. Mas o fim de um impasse. A porta para o passo em frente. A porta para uma nova vida, também ela cheia de... dúvidas. Viver é mesmo assim.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2008
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2007
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2006
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D