Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

26
Mai09

Quanto o texto acabou.

Marco

Desisti de escrever no dia em que senti a caneta a tropeçar-me entre linhas e as letras a caírem-me ao chão, desamparadas, esmagadas ao peso da gravidade, transformadas em pedaços irreconhecíveis, ideias partidas, perdidas num tempo que me desapareceu e se tornou em nada e portanto sem partículas, sem ínfimas moléculas escondidas dentro de estranhas equações, tempo despido, envergonhado, tempo desperdiçado num olhar mentiroso, silenciado por esse desejo impossível de falar, amarrado às evidências, impotente, caminhando devagar numa rendição que sempre venceu, tremenda e orgulhosa, egoísta, certamente egoísta, vestida de branco incandescente, voando à força do vento, espalhando-se com ele e com ele levando as migalhas de palavras nunca ditas, os poemas mais perfeitos mascarados de frases de engano, retocados por sorrisos jogados ao desafio, qual fado já desde sempre escrito e cantado em escuras vielas onde perdidos de encontram para rituais de lamentação, chorando planos de eternidade em horas de boa disposição disfarçada, cínica e assim, claro, texto nenhum possível de se equilibrar em cima de finas linhas azuis escuras, ou se calhar lilazes, não as consigo ver bem, parecem-me ao mesmo tempo iguais e diferentes, tropeçam-me as palavras, caiem-me as letras e eu a vê-las cair, impotente, a assistir ao fim deste texto para sempre inacabado...

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2008
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2007
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2006
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D