Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

02
Jul07

Letras de ontem.

Marco
A noite já convicta de si mesma, depois daquela vergonha do sol, que se escondeu sem aviso, dando lugar a um cinzento repulsivo e adeus extenso areal encantado, até um dia. Tinha saudades tuas, sabias? Mas não, nem isso suficiente e por isso adeus, adeus ondas, que se levantaram bem alto, talvez para me cumprimentar, vindo todas, apressadas, ruidosas, entusiasmadas, quase que a correr para mim. Foi bom o reencontro, embora curto de tempo para o tempo de distancia.

E a noite convicta de sim mesma, ainda que antes, um longo derramar de sorrisos, armazenados em meses de rotina e distância. Histórias eternas, episódios clássicos a serem de novo emitidos, resistentes ao sopro fresco da maresia, no fim das horas iluminadas. O passar dos anos disfarça-se como ninguém, é como uma sombra invisível, um agente secreto, que escuta, atento, dissimulado, para depois aparecer, grandioso, impressionante. Estarás tu, ao acaso, por aí, neste momento?

E por fim a noite, convicta de sim mesma, esperando-me de surpresa embrulhada, escondida atrás das suas costas. Sorria, talvez de vergonha, ou então entusiasmo. Não uma, mas afinal duas. Feitas pedaços de escrita irrepreensível, ali, naquele ponto em que o génio se faz explodir, dando origem ao encanto capaz de despertar até um gigante de pedra. Foi já rendido que observei O Rasto dos Cometas, depois da emoção única de ler “O Chapéu”, na Cova do Sono.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2008
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2007
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2006
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D