Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

18
Jun07

Sinais.

Marco
Chamo-lhe o poeta da rádio. Os seus sinais são também os meus, todas as manhãs antes que o dia me ocupe por completo e adeus tempo para pensar a vida assim, da forma mais simples, mais bela. Gostava de escrever as suas palavras, de ser capaz de sugar o mundo e recriá-lo dessa maneira única. Imagino-o de olhos bem abertos, atento a cada movimento por mais pequeno ou insignificante. Imagino-o depois a correr para o papel pronto a desenhar mais quadro feito de prosa.

Os seus sinais andam por aí, flutuam no ar ao som de uma voz grave e compassada. Uma voz que a cada dia encontra algo de novo para dizer, com o entusiasmo da primeira vez. Uma voz que declama. Que exclama. Uma voz mascarada de imagens, nítidas, profundas, infinitas. É possível sonhar assim, logo de manhã, antes de ser dia outra vez, antes de acordar a sério, antes que o mundo se feche dentro de si, a contemplar o próprio umbigo como se a única maravilha possível.

Apetecia-me viver dentro dos sinais do Fernando Alves. Nem me importava que aquela música a toda a hora. Gostava sinceramente fazer parte dessas palavras, quem sabe ser uma delas. Gostava que os sinais de repente já não apenas sinais, mas a vida em si. Como um poema, uma prosa, uma história tornada bonita durante todo o tempo e não apenas naqueles minutos fugazes, ainda antes de ser dia mais uma vez, inevitavelmente. Quem sabe um dia? Quem sabe...

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2008
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2007
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2006
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D