Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

30
Mai07

Ele o gato.

Marco
Levantou-se cedo, ainda a manhã era apenas um projecto e lançou-se na escrita de mais um capítulo da história que ultimamente lhe ocupava o tempo. Queria desbravá-la, fazê-la acontecer. Queria saber o que seria de todos os personagens que viviam na imaginação, dependendo dela numa estranha relação de certeza e incerteza. Lá fora tudo triste, de cor cinzenta, quase sem cor, quase sem vida. Parecia chover sem chover.

As vidas a movimentarem-se por entre os seus dedos, acontecendo ao ritmo das suas palavras. A sua vida parada, suspensa no cimo daquela história. A sua vida parte da história e a história parte da sua vida. Levantou-se, queria existir antes de se escrever, queria ser personagem principal, queria viver um final feliz, folhear todas as páginas da sua existência, uma a seguir à outra. Lá fora, nada de diferente, apenas um gato a equilibrar-se no muro de sua casa.

Os gatos são seres curiosos. Deslizam pela vida, ágeis e independentes. Gostam de gostar à sua maneira, quase distante embora quase próxima. Têm vontade própria, como se soubessem sempre o que de melhor há a fazer no instante seguinte. Têm sete vidas. Assim como o escritor, esse inventor de vidas agora quieto, de pé, a observar aquele felino com patas de algodão. Sorriu-lhe e ao mesmo tempo, recordou a pessoa que o ensinara a apreciá-los. Depois sentou-se e voltou a escrever.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2008
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2007
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2006
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D