Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

29
Mai07

Há uns 22 anos atrás...

Marco
É curioso que a maioria dos meus textos se escrevem sozinhos enquanto conduzo. Talvez por ser o único dos momentos em que a minha mente completamente liberta, esvoaçando por pensamentos, sonhos ou memórias. Como hoje de manhã, a caminho do emprego e de repente eu com oito ou nove anos no descampado à frente da Piscina Atlântida numa dessas tardes de todo o tempo do mundo, cheia de sol, de felicidade.

O bicho homem é um ser curioso. Diria mesmo hilariante, quando se trata de tentar captar a atenção de uma mulher. É capaz de tudo, mesmo que tudo do pior. Basta ver um dos documentários de sábado ao meio dia para constatar esta verdade, seja qual for a espécie animal. Eu tinha oito anos e gostava da Clara. Um rosto que já não recordo, uma figura que há muito desapareceu tendo-me deixado apenas o seu nome e esta história que vos passo a contar.

Nós a jogar futebol antes do treino, a Clara a ver, eu fan do karaté kid, a Clara a ver, eu a querer ter o estilo desse prodígio do cinema, a Clara a ver, eu a pedir o lenço de assoar ao meu avô, a Clara a ver, eu a dobrá-lo e a colocá-lo na testa, a Clara a ver, eu feito karaté kid de trazer por casa, a Clara infelizmente, a ver. Eu a chegar ao emprego a rir-me sozinho no carro, recordando esses tempos deliciosos. A Clara algures nesse mundo, sem nunca ter falado sequer comigo. Pudera!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2008
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2007
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2006
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D