Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

02
Mai07

Lembranças...

Marco
Não faço ideia quantos carros terão passado naquela noite, por certo umas largas centenas, todos eles com pressa de fim de semana, se calhar cansados uns dos outros, sedentos de parar e descansar. Eu ali parado, a não reparar neles, embora consciente da sua passagem. Eu se calhar a desejá-los todos paralisados, sinónimo de um tempo suspenso, permitindo-me prolongar a felicidade que naquele momento percorria toda a minha existência.

Durante a noite fica mais fácil pensar naquilo que de fácil muito pouco ou quase nada, nada mesmo. Talvez porque seja possível ver melhor, mais nítido, sobretudo mais focado, já que focado apenas no que interessa, sem distracções nem ilusões. A realidade aparece inteirinha, sem rodeios e faz-se sentir, firme, convicta, real. Neste momento, parece que estou a ver tudo ao não ver aquilo que mais queria ver. Por isso penso, tento recordar, faço contas e digo:

Não faço ideia quantos carros terão passado naquela noite, por certo umas largas centenas. Nessa altura como agora, tudo era nítido, eu pelo menos não tinha qualquer dúvida, mergulhado que estava num desses momentos de eternidade total. Podia ter durado toda a vida. Devia. Assim como deviam ter parado todos quantos passaram apressados rumo a um fim de semana que chegou muito mais rápido do que devia… já lá vão mais de duas semanas…

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2008
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2007
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2006
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D