Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

28
Fev07

O pequeno aprendiz...

Marco
O pequeno aprendiz treinava-se todos os dias com o mesmo afinco. Queria conhecer os segredos da transcendência, aquilo que está para além do olhar e do próprio corpo. Recusava-se a acreditar em limites impostos e por isso, fazia tudo o que podia para vencer os seus. O velho mestre, observava-o. Em silêncio. Gostava daquele inconformismo e ao mesmo tempo reconhecia-lhe um potencial que não querida deixar de explorar. Por isso, exigia-lhe mais. Sempre mais.

Num desses treinos em que o aprendiz nada parecia evoluir, perguntou ao seu mestre, o que é a transcendência, quando é que lá vou chegar? Tinha pressa, queria resultados para todo o esforço de todos os dias. O seu mestre fingiu ignorar a pergunta, optando por corrigi-lo aqui e ali. O que é a transcendência, quando é que lá vou chegar? Repetiu o aprendiz cada vez mais impaciente. O seu mestre nada, como um intransponível muro de silencio.

Os anos passaram, o aprendiz cresceu e com isso, foi-se habituando à ideia de que a vida nem sempre se cinge só ao caminho para a transcendência. Que aquilo que está para além do olhar e do próprio corpo nem sempre é o mais importante. Habituou-se a aceitar-se como o resultado lógico de todas as suas opções e a preocupar-se mais com a sabedoria de bem escolher. No dia em que conseguiu viver em paz com tudo isso, o seu mestre chamou-o e disse-lhe: a sabedora, é a maior de todas as transcendências. E tu, chegaste lá.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2008
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2007
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2006
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D