Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

31
Dez06

Parabéns, Zé!

Marco
Sabes Zé, acho que sou muito como tu. Tenho as coisas aqui dentro, todas elas, mas não sei bem porquê, tenho muita dificuldade em pô-las cá fora, para que todos vejam. Prefiro mantê-las cá dentro, seguras, bem preservadas. Quem nos conhece mesmo bem, sabe perfeitamente que somos assim e é assim que gostam de nós. Julgo que nem conseguiríamos ser de outra maneira. No entanto, essas coisas que guardamos – que guardas, são talvez o nosso maior tesouro.

A cada letra que escrevo, tenho vontade de chorar. Não de tristeza. Nada disso. Acho que são as tais coisas que guardo como tu a querer sair cá para fora. Às vezes acontece-nos. Queria estar aí, perto de ti e dizer-te parabéns, dizer-te és tudo aquilo que eu gostava de vir a ser, dizer-te és como o ar que eu respiro, dizer-te amo-te mais do que a minha própria vida, dizer-te desculpa por todas as vezes que te desiludo, dizer-te obrigado por seres o melhor pai do mundo, dizer-te não te preocupes que eu vou dar a volta por cima e sorrir de novo daquela maneira que só os dois sabemos fazer.

Acontece que sou muito como tu. Tenho as coisas aqui dentro, todas elas, mas não sei bem porquê, tenho muita dificuldade em pô-las cá fora, para que todos vejam. Se calhar se estivesse aí, perto de ti, dava-te o beijinho que sempre te dou quando fazes anos, dava-te aquele abraço apertado e guardava tudo o resto para mim, muito bem guardadinho. Por isso, hoje que não estou aí, digo-te que estás mesmo de parabéns por seres quem és. Um modelo de pai, de filho e também de avô. Tenho a certeza que o Tóino está lá em cima a sorrir, cheio de orgulho de ti.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2008
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2007
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2006
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D