Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

18
Dez06

Os berlindes de vidro.

Marco
Os sonhos são como os berlindes de vidro que uma criança carrega no seu bolso. Coloridos a mil cores, todos diferentes entre si, mas de vidro e por isso frágeis. Capazes de caírem todos juntos no chão ao mesmo tempo e dispersarem-se cruelmente. Capazes de se esconderem nos sítios mais complicados e depois, difíceis de procurar. Podem passar-se horas, dias, meses até anos sem aparecerem.

As crianças têm muitos berlindes, sacos deles. Mas só carregam consigo aqueles que consideram mais importantes. Os que gostam mais ou que por alguma razão lhes são mais queridos. Muitas vezes exibem-nos com orgulho aos amigos mais chegados, outras vezes param durante instantes de tempo para os contemplar. Pegam neles, apontam-nos à luz e deleitam-se com a sua beleza infinita. E como são belos.

Ainda hoje gosto de coleccionar berlindes coloridos de vidro. Já por várias vezes se me romperam os bolsos e lá tive eu de ir à sua procura. Uns perderam-se para sempre, outros ficaram com pequenas falhas. No entanto, alguns permanecem intactos, belos em todo o seu esplendor. Gosto de os apontar à luz, de perder horas a contemplá-los. É para esses que vivo. Não quero perdê-los e por isso, se me permitem, agora vou guardá-los. 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2008
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2007
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2006
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D