Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

20
Out06

A luz dos dias.

Marco
Acordo. É mais um dia. Há uma luz, tímida, quase escura que busca a claridade de sim mesma. São assim os dias no seu começo, buscam-se a sim mesmos. Descobrem-se. Erguem-se. Passam a existir do nada que foi o escuro que foi a noite que por sua vez só o foi depois do tudo que foi o dia anterior. Ciclos que se cumprem. Vidas que se vivem. Anos que se passam. O tempo que é tempo por existir e por fazer existir quem passa por ele. Como um nevoeiro que dura toda a existência.

Sorrio. É mais um dia. Há uma luz, forte, brilhante, total. Há luz dentro da luz que existe antes, dentro e depois de mim. Existo mais uma vez. Sou de novo eu. Lembro-me de ontem, lembro-me de ti. Olho. Penso. Penso que existo como ontem. Ontem, onde eras, onde estavas, onde foste, onde fomos. Hoje é tempo de hoje. E a luz, e o dia, mais um dia. São assim os dias cheios. Enchem-nos de significados, de sentidos, de adjectivos. Enchem-nos de vontade de mergulhar no tempo que nos aguarda.

Escrevo. Foi mais um dia. Não há nenhuma luz. Há o nada disfarçado de escuro. De noite. De vazio. Há o nada que existe depois do que existiu quando tudo era luz disfarçada de dia. Escrevo agora. Depois de tudo o que foi. Do que vi. Do que vivi. E vivi. E sorri. É o fim deste ciclo que se cumpriu. Sou capaz de dizer que vivi. Sou capaz de dizer que este pedaço de texto é o meu pedaço de mim depois deste pedaço de vida chamado hoje. É tempo do ponto final. É tempo de um novo parágrafo. Amanhã.

Acordo…

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2008
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2007
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2006
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D