Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

20
Out06

A luz dos dias.

Marco
Acordo. É mais um dia. Há uma luz, tímida, quase escura que busca a claridade de sim mesma. São assim os dias no seu começo, buscam-se a sim mesmos. Descobrem-se. Erguem-se. Passam a existir do nada que foi o escuro que foi a noite que por sua vez só o foi depois do tudo que foi o dia anterior. Ciclos que se cumprem. Vidas que se vivem. Anos que se passam. O tempo que é tempo por existir e por fazer existir quem passa por ele. Como um nevoeiro que dura toda a existência.

Sorrio. É mais um dia. Há uma luz, forte, brilhante, total. Há luz dentro da luz que existe antes, dentro e depois de mim. Existo mais uma vez. Sou de novo eu. Lembro-me de ontem, lembro-me de ti. Olho. Penso. Penso que existo como ontem. Ontem, onde eras, onde estavas, onde foste, onde fomos. Hoje é tempo de hoje. E a luz, e o dia, mais um dia. São assim os dias cheios. Enchem-nos de significados, de sentidos, de adjectivos. Enchem-nos de vontade de mergulhar no tempo que nos aguarda.

Escrevo. Foi mais um dia. Não há nenhuma luz. Há o nada disfarçado de escuro. De noite. De vazio. Há o nada que existe depois do que existiu quando tudo era luz disfarçada de dia. Escrevo agora. Depois de tudo o que foi. Do que vi. Do que vivi. E vivi. E sorri. É o fim deste ciclo que se cumpriu. Sou capaz de dizer que vivi. Sou capaz de dizer que este pedaço de texto é o meu pedaço de mim depois deste pedaço de vida chamado hoje. É tempo do ponto final. É tempo de um novo parágrafo. Amanhã.

Acordo…

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2008
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2007
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2006
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D