Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

25
Set06

Pode o tempo dizer-me?

Marco
Pode o tempo suspender-se por instantes de eternidade? Pode a noite ser o dia dos dias? O sol dos sóis? O fogo dos fogos? A luz de todas as luzes? Pode um instante ser mais longo do que todos os anos, todas as vidas, todo o sempre? Pode uma visão ser mais perfeita do que todas as paisagens, todas a belezas ou encantos? Pode o real ser mais perfeito do que todos os sonhos? Por mais nítidos. Por mais divinos. Por mais sonhados que sejam?

Pode uma memória ser mais presente que o todos os agoras que se sucedem e sucedem e sucedem e sucedem sem parar? Para todo o sempre? Pode uma memória ser mais viva do que o pulsar da terra, que o cair da chuva, que o rebentar de uma onda, que um vulcão que grita anos e anos de silêncio? Pode uma memória ser o tempo tornado eterno, suspenso de si próprio? Passando a correr, parado, mas a correr, embora parado e a correr e parado. Sempre a correr parado sobre si, sobre o mundo.

Pode uma hora ter mais vida do que vidas e vidas cheias de horas e horas de nada de nada? Pode um olhar dizer mais do que as palavras, todas as palavras, todas frases de todas da línguas de todas as pessoas de todo o mundo? Pode a vida encher-se de eternidades sucessivas? Ou estará condenada ao tempo que é o tempo de todos, que passa por passar, que existe por existir? Que faz viver por viver. Pode uma resposta responder a todas as perguntas? Ou podem todas as respostas responder a uma só pergunta? Pode a vida encher-se de eternidades sucessivas? Só o tempo o dirá.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2008
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2007
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2006
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D