Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

18
Ago06

A realidade (d)escrita.

Marco
Há uma espécie de realidade que me fascina no mundo das letras feitas palavras, feitas frases, textos. Letras transformadas em conteúdos, em certezas que podem nem sequer ser. Mas que por vontade de quem as escreve ganham uma existência eterna no papel e fugaz, quando lidas e imaginadas. Quando construídas nas mentes que as lêem.

No mundo do papel não existem impossíveis. Não existem barreiras nem fronteiras. Não existem condições nem obrigações. O talvez só mesmo se talvez. Pode navegar-se ao sabor da imaginação e rumar a qualquer destino. Pode correr-se. Pode amar-se. Amar no papel... pode um amor viver no papel? Pode um amor viver só das palavras ditas, só das palavras escritas?

Nesses oceanos de letras é possível o impossível. É real o irreal. É tudo o nada. Todos os nadas. Que não existem mas afinal sim, existem e são tudos em palavras. São realidades. A tal realidade que me fascina por poder existir, livre, selvagem, bruta, intensa. Tão intensa quanto a vontade de torná-la verdadeira que existe na mente de quem a escreve.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2008
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2007
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2006
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D