Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

Deep Silent Complete

"Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais ridiculas...e nas palavras mais belas... Transformo-me todo em palavras." - José Luís Peixoto

09
Mar07

A implosão.

Marco
You can’t forget what you can’t forget. Quer dizer, estava eu muito descansadinho, já manhã feita, a preparar-me para mais um sol a sol, inclusivamente já tinha decidido que ia escrever sobre uma coisa que afinal só vou escrever num qualquer outro dia porque hoje, de repente – tão descansadinho que eu estava, you can’t forget what you can’t forget assim, como um abanão, uma explosão, uma implosão.

Gosto da frase. A sua autoria Win Butler dos fabulosos Arcade Fire, um senhor canadiano que não conheço e que de certeza nem sonha a minha existência. No entanto, you can’t forget what you can’t forget como se me quisesse dizer qualquer coisa, pior dizendo-me muito, avisando-me dessa evidência impossível de contornar. Eu tão descansadinho, já quase pronto para sair de casa, a ver ao espelho se tudo bem e agora isto, só isto.

Tudo bem, you can’t forget what you can’t forget, não se fala mais nisso. Talvez seja mesmo verdade e se calhar ainda bem. A vida é mesmo assim e nada como sorrir dela mesmo,  torná-la divertida, cheia, intensa. Torná-la vida de facto. Por isso saí de casa e cá estou eu, neste pequeno desabafo, pronto para começar a juntar e a colar todos os cacos de mim mesmo. É que a implosão foi um sucesso. Realmente, you can’t forget what you can’t forget.

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2008
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2007
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2006
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D